8 de janeiro de 2015

Paz no céu, na terra e no laboratório.

Dentro do laboratório encontrei algumas pessoas "barraqueiras". Quem são elas? Pessoas que a toda hora estão envolvidas em confu... thumbnail 1 summary
Dentro do laboratório encontrei algumas pessoas "barraqueiras". Quem são elas? Pessoas que a toda hora estão envolvidas em confusão, sempre prontas para levantar as mangas do jaleco e partir pra cima mesmo. 

Tem aqueles que não demostram agressividade física, mas fala um monte de palavras desagradáveis, mandando todo mundo ir toma café... essas coisas. 

Eu disser que nunca me irritei com alguém ou que não deixei ninguém irritado, estarei mentindo. Mas de uma coisa estou certo: sempre evitei ao máximo confusões ou sarna para se coçar. 

Por isso, resolvi escrever esta postagem com algumas atitudes que evitam confusão.




1° Atitude: Ouvido de Mercador. 

Essa é uma estratégia espetacular; é quando quem não tem nada a perder está ali, enchendo a tua paciência. A vontade é ir lá e... Mas você tem muita coisa a perder, então faça ouvido de mercador. Ouça, ouça, ouça... e finja que não é com você. 

Precisamos de autoimunidade psicológica! Isso mesmo. Você precisa está pronto para ouvir desaforos e não sofrer com eles, não levá-lo para casa, para seus filhos, para seu travesseiro! 

Ouvido de mercador é isso: você até ouve, mas não se altera, não sofre.

2° Atitude: Não crie barreiras.

Certa vez, entrei em um setor do laboratório e perguntei a uma amiga: 

__ O que você achou da nova funcionária que entrou na semana passada? 

__ Ihhh, olha, sério: não fui com a cara dela. 

Gente, ela não tinha sequer conversado com a nova funcionária! 

Que papo é esse de olhar para a cara de alguém e dizer: Não fui com a sua cara? Se você é desses que não vai com a cara dos outros, se prepare: AS PESSOAS NÃO IRÃO COM A SUA CARA TAMBÉM E VOCÊ TERÁ UM RELACIONAMENTO PÉSSIMO. E daí? E daí que todos nós dependemos uns dos outros nesse planeta chamado terra! 

Uma cara feia, uma resposta mal dada, uma falta de gentileza são barreiras que vamos criamos entre nós e as pessoas com as quais trabalhamos. 

3° Atitude: Faça o seu serviço. 

Na maioria das briguinhas bestas que vi dentro do laboratório, quase todas envolvia a seguinte acusação:

__ Ela(e) não fez isso, não fez aquilo!

Quer arrumar problemas dentro do laboratório? deixe de fazer suas obrigações. 

É bem simples: se todos estiverem envolvidos com seus afazeres, não sobrará tempo para cuidar da vida dos outros. 

Teria muitas outras atitudes, mas como o tempo é corrido... fui! 

Não se esqueça de seguir o blog! Abraço.

Se este blog foi útil para você, peço que se inscreva no meu canal no Youtube.



INSCREVA-SE!!!

Nenhum comentário

Postar um comentário